• Medicina Nuclear CDM Bauru
    (14) 3366-5500
  • Medicina Nuclear PET-CT Bauru
    (14) 3366-5520
  • Medicina Nuclear CDM Franca
    (16) 3708-1600
  • Medicina Nuclear CDM Marília
    (14) 3402-1200
  • Clique aqui para consultar um horário de atendimento e telefones.

    O que é cintilografia renal?

    cintilografia renal

    O que é cintilografia renal?


    É um exame de estrema importância que avalia a função e a forma dos rins. Ele é indicado para identificar patologias infecciosas, detecção de cicatrizes, traumas, tumores, avaliação funcional dos rins, doenças obstrutivas, enfim, várias necessidades de diagnóstico. Há dois tipos de cintilografia renal:

    Cintilografia Renal Estática

    Com o paciente em repouso as imagens são obtidas para maiores informações para detectar várias patologias. Identifica pielonefrites, anomalias, localização de um rim ectópico e avaliação de traumas e lesões.

    Cintilografia Renal Dinâmica

    As imagens são obtidas desde a produção até a eliminação da urina. O estudo mede o fluxo plasmático renal auxiliando no diagnóstico das patologias obstrutivas, ou até mesmo em avaliação de transplante renal.

    Teste de washout na cintilografia renal dinâmica

    Durante as imagens o teste de washout é realizado de forma diurética para que se observe a resposta da excreção do traçador pela vias urinárias. É útil na avaliação de hidronefrose/ureterohidronefrose, infecções do trato urinário, entre outras muito importantes patologias.

    Qual o preparatório para a Cintilografia Renal?

    Não se preocupe com qualquer tipo de preparação e nem jejum.

    Você recebe uma injeção intravenosa e o exame começa em torno de seis horas mais tarde.

    Durante este período você precisa tomar muita água e diferentes líquidos e urinar muito.

    Você deve levar todos os exames realizados (sangue, urina, ultra-sonografia, raio-x, tomografia, etc).

    O equipamento que vai tirar as imagens não produz qualquer tipo de radiação o que é muito bom de fato.

    Se você toma remédios controlados deve informar aos profissionais de saúde.

    Como é feita a Cintilografia Renal Estática?

    • Em primeiro lugar, o paciente toma uma injeção venosa (radiofármaco).
    • Ele espera até seis horas para que o radiofármaco se acumule nos rins.
    • Volta do paciente para tirar as imagens.
    • Este exame dura em média de 20 minutos.
    • Como é feita a Cintilografia Renal Dinâmica?
    • O paciente depois de urinar deita-se na maca.
    • O radiofármaco é injetado por meio intravenoso.
    • Um fármaco também é dado para que estimule a produção de urina.
    • As imagens são tiradas.
    • Depois de urinar o paciente retorna para mais imagens.
    • Depois do exame recomenda-se ao paciente que tome muito líquido (exceto bebida alcoólica) e urinar muito para que todo radiofármaco seja eliminado pelo organismo.

    Se o paciente toma medicamentos diuréticos é recomendado que 24 horas haja a suspensão do medicamento.

    O exame dura em média 50 minutos.

    Riscos

    A cintilografia não deve ser realizada em mulheres grávidas.

    Cintilografia em bebês

    Sim, é possível fazer este exame em bebês. Se o bebê tiver infecção urinária é bom que se faça uma cintilografia renal para avaliar a condição de cada rim. Outro detalhe importante é verificar se há presença de cicatrizes. O bebê não precisa também de jejum, mas deve tomar água – até quatro copos.

    Pacientes idosos e recém nascidos e com problemas renais

    Os pacientes idosos e recém nascidos e com problemas renais podem realizar este exame sem maiores problemas. É um exame não invasivo, indolor e extremamente seguro.

    Quais as vantagens da cistocintilografia?

    Este exame pode ser feito de forma direta (sondagem vesical) ou indireta (administração endovenosa e como ela passa nas vias urinárias).

    Uma menor exposição a radiação.

    Estudos quantitativos e avaliação da função renal podem ser realizados quando é feito de forma indireta.

    Este exame permite detectar refluxos de uma forma muito mais fácil até a pelve renal.

    DMSA-99mTc

    Podemos observar que a cintilografia renal é extremamente importante no campo da Medicina Nuclear, portanto outros fatores devem ser observados também. A cintilografia renal com DMSA-99mTc é método de imagens mais sensível para que se tenha um diagnóstico mais preciso de pielonefrite aguda.

    Conclusão

    Há diferentes formas de tratamento através da cintilografia renal, portanto, fique atento e consulte o seu médico regularmente e siga todas as orientações possíveis. O importante é fazer todos os exames da melhor forma possível e caso haja necessidade de fazer a cintilografia renal faça exatamente com o seu médico te pedir.

    Este campo da medicina ainda tem muito a evoluir daqui em diante, então, é essencial que os profissionais de saúde possam prestar atenção em tudo que for de importante no avanço da medicina.

     

    Cintilografia renal – fatos essenciais e informações

    Devemos ficar atentos a tudo que a medicina nos oferece e há grandes possibilidades de tratamento e diagnóstico para diversas doenças, portanto, fique atento e se necessitar de ajuda profissional, não hesite em procurar por um médico de sua confiança. Vale a pena ficar atento a cintilografia renal e sobre este exame que daremos maiores informações a partir de agora. Um grande avanço da medicina feito com ressonância magnética e que avalia o funcionamento dos rins.

    Para que serve a cintilografia renal?

    Um exame que estuda a função dos rins a fim de identificar possíveis falhas no funcionamento dos mesmos.


    Informações importantes sobre a cintilografia renal

    Tipos de cintilografia

    Cintilografia renal estática

    Um exame no qual as imagens são obtidas com o paciente em repouso.

    Para que serve este exame?

    • Avalia a função tubular dos rins.
    • Avalia a anatomia cortical.
    • Identifica pielonefrite aguda.
    • Mostra casos de infecção urinária e/ou pielonefrites de repetição.
    • Identifica anomalias renais em geral.
    • Identifica pseudotumores renais.

    Cintilografia renal dinâmica

    O exame no qual as imagens são obtidas desde a produção até a eliminação da urina.

    Para que serve este exame?

    • Avalia a função glomerular dos rins.
    • Avalia a via excretora renal.
    • Identifica suspeita de hipertensão de etiologia renovascular.
    • Avalia o fluxo sanguíneo renal.
    • Avalia o pós-transplante renal.
    • Avalia também o refluxo vésico-uretro-renal.

    Informações essenciais a respeito do exame

    O exame é extremamente seguro e os riscos são mínimos, portanto, peça maiores detalhes com o seu médico. Os medicamentos utilizados apresentam uma grande eficácia e pequenos riscos a saúde.

    Grávidas e mulheres que estão amamentando não são indicadas a passar pela cintilografia renal, portanto, se você se enquadra neste grupo, fale com o seu médico a fim de encontrar tratamentos diferentes de acordo com o seu caso.

    Como se preparar para o exame

    Em primeiro lugar, deixe a bexiga vazia e urine antes do exame. Em alguns casos uma sonda vesical é introduzida a fim de retirar qualquer tipo de urina que esteja na bexiga.

    O paciente não pode usar qualquer tipo de material de metal ou joias, pois, estes poderão interferir no resultado do exame.

    Suspenda qualquer medicamento diurético por 24 horas antes do exame.

    Cintilografia renal em bebês

    Após uma infecção urinária, o bebê pode precisar desta cintilografia. A função do exame é avaliar a função de cada rim e a presença ou não de cicatrizes renais.

    O bebê deve tomar até quatro copos de água alguns minutos antes do exame.

    Conclusão

    Como podemos ver, a cintilografia é um exame completo e que vale a pena ser feito por pessoas de todas as idades. É essencial acompanhar a tecnologia e fazer uso da mesma, e obter os melhores resultados a curto prazo. Fale com um profissional de sua total confiança.